Índole da meiguice perturbada

Qualquer coisa que se sinta*… Acho que minha história começa por aí.
Sempre quis sentir alguma coisa. Na verdade, acho que não sinto nada. E, então, decidi viver meio de extremos: ódio e amor. Afinal, é melhor morrer de amor do que viver em paz*.
Posso definir minha vida como o leve desespero de querer acabar com o nada, o vácuo que carrega essa existência mortal. Nessa busca, encontrei o caos, o nascimento de uma estrela… E falhei. Miseravelmente. E foi nesse momento que abdiquei de mim para buscar o amor, fora, no outro. Eu já não podia mais ser quem eu era, a dança morreu em mim – fato que até hoje reluto para aceitar – e passei a procurar nas imperfeições alheias o motivo da minha insatisfação. Veja, o poder de guiar era meu, sempre foi e ainda é. E eu guiava torpe, torta, julgando ser eu a guiada.
Também não consigo me fixar em nada, por muito tempo. A ausência de novidades me corrói. A rotina enfadonha me mata. De novo, a busca pelos extremos, juras de morte e brigas holiwodianas para suprir o vazio.
O vazio. O branco. A inexistência. A insignificância. A indiferença. Isso tudo sou eu?
A constante desistência e vontade de desistir facilmente são delegadas aos outros, como se eles me abandonassem, ou o quisessem. Mas eu que guio. Eu que levo a valsa. Eu que dei a deixa, e eles seguiram. E daqueles que ficaram, ahhh, esses atormentados foram.
E na minha incapacidade de manter algum interesse por tanta mesmisse, me desespero ao menor sinal de que me perdi, de novo, e estou guiando o avião para um pouso desesperado.
Não é hora, o cruzeiro ainda tem que seguir.
*Músicas citadas: “Qualquer coisa que se sinta” – Socorro – Arnaldo Antunes
*                              “É melhor morrer de amor do que viver em paz” – Olhar para trás – Jair Bloch
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s